Histórico



Logo Oficial

Nossa História

Núcleo Espírita Cristão do Japão


1 - (1991)  Como tudo começou:

Em  meados de setembro do ano de 1991, o Sr. Luis Carlos Okabayashi, residente no Japão como dekassegui ( estrangeiro trabalhador no Japão ), trabalhava na empresa INABA, em Kani-shi (cidade de Kani), Gifu-ken (província de Gifu).

Ele estava trabalhando em uma máquina de corte de chapas metálicas (prensa) com protetores para atenuar os ruídos do ambiente (mimisen), e por isso em meio ao trabalho, estranhou ouvir uma voz com sotaque alemão, que dizia que todos os dias naquele mesmo horário estaria voltando para orientar a respeito da tarefa que estariam abraçando juntos no Japão. 

O fato causou muita estranheza, pois o mesmo não considerava-se médium em condição de receber aquela comunicação do espírito que se identificou como Dr. Romano.

Esse diálogo com o espírito como ele mesmo havia dito,  prosseguiu por mais dois dias consecutivos.

O espírito explicava que o médium teria vivido no arquipélago japonês no período Edo ((江戸時代, Edo-jidai), onde por orgulho e vaidade teria perseguido os Jesuítas da época, privando essa comunidade do conforto trazido através do Evangelho de Jesus Cristo. Devendo assumir agora a missão reparadora na oportunidade que Deus estaria dando aos milhares de espíritos, que tiveram seus corações tocados pelo Cristo naquele período e resgatados de toda a perseguição da época na benção do reencarne na Pátria do Evangelho, onde tiveram seus corações confortados e preparados para retornarem agora como dekasseguis e auxiliarem seus irmãos no arquipélago japonês através do Cristianismo. 

Acreditando estar mentalmente abalado e demasiadamente cansado, pois trabalhava aproximadamente 14 horas diárias, o médium resolveu considerar o fato como produto da sua imaginação, atribuindo todo o acontecimento à fadiga mental e física em que se encontrava.

Contudo, as noites passaram a ser agitadas com sonhos que remontavam por volta dos anos de 1600, com intrigas e guerras no arquipélago japonês.

Outro fato curioso é que muitas pessoas passaram  a procurá-lo para comentar problemas pessoais de questões espirituais, o que antes não ocorria com a mesma frequência.

Sentia-se intuído, muitas vezes, a confortá-las, mas certo de que alguém estava lhe inspirando e orientando espiritualmente.

Eram vários espíritos que não se apresentavam por nomes, mas causavam, pela aproximação, muita paz e confiança.

Nessa época, além dos conflitos íntimos e dos sonhos que continuavam, as dificuldades com o trabalho naquela empresa, fizeram com que mudasse de serviço, e consequentemente de cidade.

Mudou-se para a cidade de Kasugai, na província de Aichi e começou a trabalhar na empresa "Daie Kogyo Kabushiki Gaisha",  na cidade de Seto situada na mesma província.

Os sonhos ou pesadelos continuavam, até que numa noite lhe visita um espírito que apresentava-se com uniforme médico e dizia ser: "Adolf Friedrich Fritz".

O espírito explicava que utilizaria o pseudônimo de "Dr.Romano"  para que sua nova missão, aqui no Japão, não fosse confundida ou associada com a que teve com o médium José Pedro de Freitas (Zé Arigó).

Instruía, nas primeiras orientações, que o médium enfrentaria muitos problemas e seria provado em muitos momentos na sua fé e confiança em Deus, devendo confiar sempre nos propósitos do Alto.

Passaria a ser levado, em desdobramento, ao astral onde conheceria toda egrégora espiritual envolvida na tarefa na qual estava sendo chamado a participar.

Muitos amigos espirituais, igualmente unidos nesta tarefa, estariam próximos para auxiliá-lo.

Deveria o médium recomeçar o estudo da Doutrina Espírita e desenvolver o estudo do "Evangelho Segundo o Espiritismo" ao público.

A partir dessa orientação, foi criado o "Grupo de Estudos Espíritas Dr. Romano", em homenagem ao mentor espiritual que orientava, então, aquele grupo.

Numa destas reuniões que eram realizadas à noite, em sua residência, surge um casal que trabalhava na mesma fábrica pedindo ajuda ao médico espiritual.

O marido sr. Iwal  explica  que estavam de retorno do hospital, pois a sua esposa tinha passado muito mal durante o dia e por isso resolveram ir ao médico.

Mas estavam retornando em desespero, pois o diagnóstico foi de uma complicação cardíaca grave  e seria necessário fazer uma cirurgia de emergência.

Naquele momento, sua esposa não aceitou ficar internada no hospital da cidade de Kasugai, dizendo que iria pedir ajuda ao Dr. Romano.

Ao ouvir a história do casal, o médium disse que iria pedir ajuda ao Dr. Romano, mas deveriam voltar ao hospital, pois a senhora Rose apresentava visível dificuldade respiratória e dores no peito.

Nesse momento, o médium foi tomado por uma força que não pôde controlar e falando meio enrolado com sotaque alemão, pediu para as pessoas presentes que troxessem um lençol branco e um copo de água.

A senhora Rose deitou-se e logo em seguida adormeceu como quem é anestesiado, nesse momento, o médium começa aplicar passes muito rápidos e faz movimentos com as mãos direcionados ao órgão cardíaco daquela senhora.

Poucos minutos depois, o espírito se despede do grupo dizendo que no dia seguinte ela já poderia trabalhar tranquilamente.

E foi realmente o que aconteceu.

Sua saúde foi restabelecida de forma a causar o espanto de todos.


2 - (1992)  Os primeiros passos para a organização do grupo e o começo da Assistência Social


O pequeno grupo de adeptos da Doutrina Espírita que até então reuniam-se no seguinte endereço: Aichi-ken, Kasugai-shi, Chuodai 2-2-2, 226, 1101, passaram a reorganizar-se no sentido de adquirir livros para estudos e começar o estudo sistemático da Doutrina e o Curso Mediúnico, mantendo as palestras e o estudo do "Evangelho Segundo o Espiritismo" públicas.

Tarefa que foi bastante difícil, pois todo o material teria que ser trazido  do Brasil.

O grupo inicia os trabalhos sociais começando a levar pratos feitos para os desabrigados japoneses (homeless), na cidade de Nagoya.
 NEC-J  Fotos da Assistência Social

Trabalho que é mantido até os dias de hoje, assistindo uma média de 250 desabrigados duas vezes por mês.



3 - (1992)  As primeiras dificuldades, apresentação do médico espiritual " Dr. Nakamura" e o retorno ao Brasil com visita ao NEC ( Núcleo Espírita Cristão ) do Brasil

grupo começa a receber um número muito grande de médiuns em desequilíbrio nos mais variados casos de obsessão e perturbação espiritual.

Começam a surgir, também, inúmeros problemas de ordem física devido ao regime de trabalho exaustivo no Japão e outros de ordem íntima devido ao preconceito e as dificuldades de adaptação dos brasileiros aos costumes japoneses.

Dr. Romano nos apresenta o espírito de Dr. Nakamura que passará a nos auxiliar no atendimento do socorro espiritual.

Em julho de 1992, Luis Carlos retorna ao Brasil em visita à casa NEC (Núcleo Espírita Cristão) no Brasil para melhor se preparar e compreender a própria tarefa, recebendo conselhos do então presidente daquela casa, o sr. Sérgio Eduardo de Miranda.

Retorna ao Japão em 02 de agosto de 1992.


4 - (1993)  Primeira orientação para a Casa Espírita no Japão

No dia 15 de novembro de 1993, Dr. Romano psicografa a seguinte mensagem:

"Queridos irmãos.

A misericórdia Divina nos une em propósito de trabalho de uns para com os outros.

Nesse propósito, vos convido a formar um grupo de trabalho que será  "Nossa Casa Espírita".

Trabalharemos com humildade e simplicidade!

Uniremos os esforços das fraternidades do espaço, bem como de todos quantos possam nos auxiliar nessa tarefa; encarnados e desencarnados.

Nosso lema será: "Trabalho bem feito é sinal de amor, compreensão e dedicação".

Vossas reuniões, até o presente momento, tem sido direcionadas, segundo minhas próprias orientações, ao estudo Doutrinário do Espiritismo.

"Nesse meio tempo, vos tenho preparado para assumirem na Terra do Sol Nascente, uma nova missão"!

"A Casa Espírita"

A Casa Espírita não será um espaço físico destinado somente para reuniões de estudo.

Há de constituir-se um posto de trabalho da espiritualidade, um Templo Cristão para o aprendizado, a prática da caridade material e espiritual, utilizando-se de todos os meios possíveis.

Nesta oficina de labor em favor do próximo, estudaremos Kardec, Chico e Jesus.

Prestaremos os serviços em nome do Cristo que vamos chamar de: 

1- Plantão de Orientação - Atendimento Fraterno que, sob a orientação do Evangelho de Jesus e da Filosofia Espírita, orientará os atendidos em entrevista.

2- Plantão de Consulta ao Consulente, onde estarei, através da mediunidade de nosso irmão, auxiliando nossos irmãos em diálogo pessoal ou palestras públicas.

3- Plantão de Tratamentos, utilizando-se, inicialmente, das práticas de passes espíritas, fluidoterapia e outros tratamentos que segundo as necessidades no tempo lhes serão orientados.

4- Plantão de Estudos da Doutrina Espírita, Estudo da Mediunidade, Estudo do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, Estudo da Obsessão e suas consequências e todas as terapias que lhes for recomendadas para o tratamento dos pacientes. 

5- Plantão de Assistência Social - Esse grupo deverá prestar o auxílio social incondicional a simpatizantes ou não da causa espírita.

6- S.O.L - Serviço Ostensivo da Luz - Esse grupo deverá visitar as famílias em seus lares, levando a mensagem do "Consolador Prometido."

Divulgaremos a Doutrina Espírita com o exemplo de nosso trabalho, prestando Assistência Espiritual, Assistência Social e Esforços na Melhora Pessoal.

A organização e direção serão divididas em duas, segundo as responsabilidades que lhes cabem:

1- Direção Espiritual - Será orientada através do Médium Responsável pela tarefa: Luis Carlos Okabayashi.

Estarei à frente, representando o corpo direcionador espiritual ligado à esta tarefa. Fica, portanto, estabelecido que serei o porta voz de toda orientação espiritual para esta Casa, em particular.

Na impossibilidade do médium Luis Carlos Okabayashi, por qualquer motivo, de responder à essas orientações, poderá responder por elas, seu filho Marcos Hideo Okabayashi. (*Essa orientação nos foi passada, por acréscimo, em 10-10-2014)

2- Direção Administrativa: Constituída por uma Diretoria.

São proibidas nela, as discussões de questões políticas, de economia, ou de controvérsia religiosa. 

Todos os integrantes considerados trabalhadores desta causa, nesta Casa, serão chamados "Plantonistas." 

Não haverá remuneração ou qualquer tipo de pagamento aos trabalhadores, pois serão voluntários da causa.

Para custear as despesas desta sociedade, seus integrantes poderão contribuir com mensalidades de manutenção.

Neste caso, será nomeado um tesoureiro que prestará contas da situação dos fundos arrecadados.

A caminhada do trabalhador Cristão é árdua e muitas vezes cheia de espinhos.

"Vós estão sendo convidados, semelhantes aos tarefeiros Bandeirantes do Brasil, mas desta vez em busca de um tesouro maior."

A semear em nova oportunidade as verdades do Cristo no Japão, uma vez que vossos espíritos estão comprometidos com os erros de encarnações passadas nessa terra.

Impedindo que os missionários Jesuítas, na época de Francisco Xavier, pudessem plantar essa mesma semente: " O Evangelho de Jesus Cristo"

Contudo, na bênção da Providência Divina, eis que vos é dada uma nova oportunidade!

Deverão abrir um caminho com sacrifícios e renúncias pessoais.

Nos vícios de vaidade e orgulho encontrarão os inimigos do Cristianismo entre vós, semeando discórdias e desuniões entre seus irmãos.

Será um caminho árduo onde encontrarão como maior dificuldade, a formação do trabalhador para a tarefa.

Vos recomendo a refletir nas palavras do Mestre Jesus Cristo:

"O Trabalhador da Causa de Jesus"

"Vós sois o sal da terra. Mas se ele perder a força, com que há de salgar-se? Vós sois a luz do mundo. Não se acende uma lâmpada para a colocar debaixo do alqueire, mas sobre o candelabro, onde brilha para todos os que estão em casa. Assim deve brilhar a vossa luz diante dos homens, para que, vendo as vossas boas obras, glorifiquem o vosso Pai que está nos Céus".

"O Maior entre Vós"

 "Não será assim entre vós. Ao contrário, quem desejar ser importante entre vós será esse o que deva servir aos demais".

"Trabalhemos na causa de Jesus aprendendo a nos amar, exercitando, primeiramente, através do respeito mútuo onde acreditamos ser o primeiro exercício para a verdadeira prática da caridade moral".

Assim, como os novos Jesuítas, abracem a causa Cristã, tenham fé e a certeza de que o Cristo estará convosco!

Que Jesus Cristo nos ampare em nossos corações, e nos guie com sua luz de verdades!

(mensagem de Dr. Romano, recebida pelo médium Luis Carlos Okabayashi em 15 de novembro de 1993)"

5 - Repressão Anticristã, perseguição aos Jesuítas a partir de 1614

Nos orienta, também Dr. Romano, informando que a maior parte dos brasileiros residentes no Japão viveram em épocas passadas no arquipélago japonês, na época do shogunato.


Muitos foram os que colaboraram com a repressão anticristã e as perseguições aos Jesuítas daquela época.

Nos relembra Dr. Romano que no ano de 1597, Hideyoshi Toyotomi condenava vinte e seis cristãos à morte, em Nagasaki.

Nessa época, o Japão já possuía cerca de 300.000 cristãos convertidos pelos Jesuítas, mas a partir de 1614, começa uma perseguição sangrenta, que segundo Dr. Romano, mais uma vez acentuou dizendo que nós estamos comprometidos com essa falta do passado.

O médium Luis Carlos Okabayashi estaria, principalmente, comprometido com essa falta.

A Justiça Divina teria lhe dado a oportunidade de reparar esses erros na tarefa que estava recebendo junto a seus irmãos para cumprir  aqui no Japão, nesta encarnação.


6 - (1996)  Conhecendo outros Grupos de Estudos Espíritas no Japão

No final do ano de 1996, viemos a conhecer a Comunhão Espírita Cristã Francisco Cândido Xavier que estava localizado na cidade de Tokyo.

Estava prestes a realizar um encontro de grupos espíritas chamado "ECOMEJ", realizado anualmente por aquela entidade.

Fomos convidados a participar deste evento pelos então dirigentes, Sônia Sumi e Tomoh
Sumi, representando o trabalho da cidade de Kasugai.

Neste evento, conhecemos grupos de trabalho que estavam localizados naquela região do evento e de outras localidades.

Destacamos, principalmente, o Grupo de Estudos Espíritas Dr. André Luiz que estava localizado na cidade de Toyota.Tornamo-nos grupos irmãos por estarmos localizados bem próximos um ao outro e passamos a  ajudar-nos mutuamente, fossem nos trabalhos sociais ou nas dificuldades de trabalho na seara espírita.


7 - Auxiliando outros Grupos de Estudos Espíritas e Umbandistas

Dr. Romano incentivou e ajudou na formação de vários grupos de Estudos Espíritas e Umbandistas, relembrando as palavras de Allan Kardec:

"Um dos maiores obstáculos capazes de retardar a propagação da Doutrina seria a falta de unidade. O único meio de evitá-la, senão quanto ao presente, pelo menos quanto ao futuro, é formulá-la em todas as suas partes e até nos mais mínimos detalhes, com tanta precisão e clareza, que impossível se torne qualquer interpretação divergente." 

Allan Kardec, Obras Póstumas, Projeto 1868

Nos orientou que trabalhássemos fraternalmente evitando o orgulho, vaidades e o individualismo.

Citamos as respectivas Casas Espíritas:

Grupos de Estudos Espíritas Ikiruyorokobi - dirigente Alzira Akemi - Nagoya-shi

Grupo de Estudos Espíritas Amigos da Luz - dirigente Alice Destefanis - Suzuka-shi

Grupo de Estudos Espíritas Fabiano de Cristo - dirigente Paulo Oda - Toyota-shi

Grupo de Estudos Espíritas Bezerra de Menezes - dirig. Patricia Nakagima - Kuwana-shi

Núcleo Umbandista Cristão do Japão - dirigente Luis Carlos Okabayashi - Toki-shi

CEU - Centro Espírita Umbandista - dirigente Cristiane - Kariya-shi


8 - (1998)  Primeiro grupo de PLANTONISTAS da Casa Espírita NEC-J 

As dificuldades para formar o primeiro grupo de trabalhadores, ministrando-se os cursos:

- Aprendizes do Evangelho
- Curso Básico de Espiritismo
- Curso Mediúnico
- Curso de Passes
- Estudos da Obsessão
- Atendimento Fraterno

Considerando-se a transitoriedade dos grupos que começavam e não conseguiam terminar os cursos, seja pela volta em definitivo para o Brasil ou por mudança de endereço para locais muito distantes, foi realmente uma vitória laboriosa o preparo e formação do primeiro grupo de trabalho de atendimento ao público.

Nessa época, eram aproximadamente 80 pessoas entre consulentes e estudantes da Doutrina Espírita que vinham semanalmente para as reuniões.

Participaram desse evento em 05 de dezembro de 1998, os seguintes membros que doravante seriam chamados de plantonistas da Casa.

Adelino Pereira, Érika Rangui, Adriano Ito, Mauro Tiyoda, Fusa Albano, Paulo Oda, Regina Takahashi, Angélica Onishi, Tatiana Onishi, Emerson Sartori, Rosemari Okazaki, Marcos Penteado, Alice Penteado, Fábio Karayose, Tie Tanaka, Helena Maeda,  Luis Okabayashi, Lígia Okabayashi, Massami Shimada, Atsushi Aka, Tércio Miyoshi, Érica Miyoshi, Emília Yogui, Regiane Shiga, Aparecida Uchida, Luiz Fuji, Angélica Fuji, Regiane Yanuma, Daniela Hamada de Oliveira, Mário Matsumura, Tereza Nagasato, Paulo Nagasato, Elzinha e  Heron Mattos.

nota1:  os plantonistas deste primeiro grupo que permanecem na Casa até os dias de hoje são:

Sr. Luis Carlos Okabayashi
Sr. Luiz Fuji
Sr. Paulo Nagasato
Sra. Tereza Nagasato
Sra. Elzinha

nota 2: "Acreditamos que todos tenham tornado-se plantonistas da causa. Onde estiverem neste momento, queremos agradecer a todos, os sacrifícios em dias que foram de verdadeiras lutas em favor do Cristianismo e do trabalho espírita no Japão.
Batalha que ainda não terminou, mas que saibam que cada gota de sacrifício pessoal há de fazer germinar o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo na Terra do Sol Nascente."

nota1-2: Luis Carlos Okabayashi - presidente do NEC-J

9 - (2000)  O Empenho do Grupo de Jovens Espíritas  para a Divulgação do Espiritismo no Japão



O ano de 2000 foi de grande empenho dos nossos jovens e o seu respectivo dirigente, o nosso Heron Mattos.

Eventos fora da casa:

- Coral Jovem Espírita
- Apresentação teatral "Copos que Andam"
- Curso de sobrevivência (em caso de terremotos)



10 - (2000)  Movimento Espírita Cristão no Japão - MEC-J

Nesse mesmo ano de 2000, o grupo trabalha realizando palestras e encontros para a divulgação do Espiritismo no Japão.

Procurando levar o Consolador Prometido às famílias brasileiras e japonesas.

Começam os esforços para traduzir mensagens e textos explicativos do Espiritismo, do português para o japonês.



11 - (2001)  A Nova Sede do NEC-J que seria na cidade de Toki

REUNIÃO DE PLANTONISTAS DO NEC-J
DATA:  18/03/2001

Participantes:
Luís Carlos Okabayashi, Lígia Nami Okabayashi, Cláudio Hayashi, Edilberto  Hayashi, Angélica Fujii, Luís Fujii, Marco Tezuka, Alzira  Nagawa,Alessandra dos Santos Ganiko, Terumi Hieda, Mário Ikeguchi, Daniela Hamada de Oliveira, Regiane Yaginuma, Rosemari Okazaki, Mário Matsumura, Hiroko Sasaki, Toshio Sasaki, Sueli Garcia, Edmilson Miyasato, Paula Sayuri Oshima.

Registro do evento na Ata: NOVO TRABALHO PARA O GRUPO (Alugar nova sede para reuniões na cidade de Toki)

Foram feitas várias propostas de trabalhos, no propósito de angariar os recursos para alugar a nova casa, as reuniões até então tinham um número crescente de participantes e o atual local já não comportava um número próximo de 100 pessoas a cada reunião.

Dr. Romano também havia nos pedido esforços, no sentido de prepararmos mais salas que seriam utilizadas para os tratamentos.
Adelino no centro da foto

"Um ocorrido que na época nos despertou muita curiosidade foi o relato do sr. Adelino, um de nossos plantonistas, que nos contou o seguinte fato:

Residente na cidade de Toki-shi e participante como plantonista em nossa casa, certa vez passou em consulta com Dr. Romano para que o mesmo o auxiliasse a largar o vício do cigarro.

Ao findar das orientações, Dr. Romano lhe diz que um dia aquela Casa Espírita estaria na sua cidade.

O que realmente veio acontecer dois anos depois."

12 - (2001)  Os primeiros esforços na Nova Casa em  Toki-shi

No dia 15 de abril de 2001, realiza-se o primeiro evangelho na nova sede do NEC-J com a participação de plantonistas e voluntários que estariam auxiliando nas obras de reforma e manutenção da Casa.

Após o evangelho, reuniram-se para discutir o plano de trabalho, uma vez que o atendimento ao público começaria na semana seguinte.

Parecia algo impossível de realizar, mas nas palavras de Dr. Romano que disse:


"Se tivermos que pensar, vamos pensar em organizarmo-nos, semelhantes as formigas trabalhadoras.
Trabalhar sem pensar nos obstáculos, apenas fazer e seguir em frente!"

O grupo organizou-se e começaram os plantões que revezavam-se em turnos, dia e noite. 
A reforma total do prédio levou um ano para ser concluída.
Famílias vinham e dormiam no ambiente da reforma, trabalhando noite e dia.

Foram dias difíceis não só pelas tarefas exaustivas da reforma, mas porque o grupo tinha que realizar inúmeros eventos beneficente para arrecadar fundos e custear as obras.

13 - (2001)  O NEC-J não interrompe suas atividades por orientação de Dr. Romano e continua o atendimento  ao público.

O NEC-J por orientação de Dr. Romano não interrompe suas atividades de atendimento ao público em virtude da mudança da cidade de Kasugai para Toki, assim sendo, nós tivemos que, provisoriamente, fazer divisões na casa com cortinas e improvisar salas de atendimento e tratamentos.

Contudo, tivemos momentos de grande ajuda por parte dos próprios consulentes que sensibilizados pela nossa situação nos ajudavam com a manutenção.







14 - (2001)  Edição do IEC - “Enfoque de Luz,” nosso primeiro Informativo Espírita para divulgação no Japão 05-2001



O que é o IEC - “Enfoque de Luz”?



É um informativo mensal (INFORMATIVO ESPÍRITA CRISTÃO - ENFOQUE DE LUZ) que visa expandir e esclarecer o pensamento Espírita - Cristão entre os brasileiros no Japão, proporcionando também o auxilio através dos temas que serão abordados, desmistificando o Espiritismo e a Mediunidade.


O programa de divulgação deste caderno impresso e editado pelo NEC-J era distribuído através de campanhas, onde os próprios participantes dos trabalhos levavam e distribuíam em suas cidades.

15 - (2001)  Campanha do Evangelho no Lar  05-2001


Os resultados de distribuição do IEC- Enfoque de Luz, nos animou a começarmos no mesmo mês (maio de 2001), a campanha de distribuição do "Evangelho Segundo o Espiritismo",
incentivando as famílias de brasileiros residentes no Japão a fazer o Evangelho em seus lares.
O Evangelho era acompanhado de um informativo que instruía as famílias em como realizá-lo.

16 - (2001 ~ 2005)  Preparo da casa e dos grupos de plantonistas para o atendimento ao público

A Casa iniciou o atendimento ao público de forma bastante precária, a primeira reforma nos deu condições apenas para começar um trabalho de vulto maior.


Nesse período de 2001 ~ 2005, o grupo realizou várias campanhas e eventos para custear as novas reformas.


17 - (06/2005)  Nossa primeira Livraria Espírita

Depois de muitas lutas e campanhas para adquirirmos 500 livros espíritas, fundamos nossa primeira Livraria Espírita.

Todo o valor de vendas dos livros era totalmente revertido para aquisição de novos títulos.



18 - (2003)  NEC-J ALOJAMENTO - 1 (第一 共同生活所 - Dai Ichi  Kyōdō Seikatsu Sho)

Nova e importante conquista do grupo.

A Casa consegue alugar e manter no mesmo prédio onde está situado o NEC-J, um alojamento para abrigar dois irmãos japoneses que eram desabrigados.

Os mesmos mostraram-se sempre prestativos e se tornaram amigos do trabalho de assistência social aos desabrigados de Nagoya.

O Sr. Ishihara e o Sr. Makoto, sendo que o sr. Makoto retornou à pátria espiritual no ano de 2011, deixando muitas saudades, pois era um amigo muito divertido e alegre.
Hoje, o Sr. Ishihara  nos auxilia com os cuidados especiais e carinhosos como o zelador de nossa casa e coordena toda atividade de assistência social em favor de nossos irmãos japoneses, juntamente com dois irmãos brasileiros, o Sr. Paulo e o Sr. josé.

Esse grupo presta auxílio aos desabrigados de Nagoya duas vezes por mês, assistindo cerca de 250 pessoas com roupas e o nosso sopão.

19 - (05/2003)  A Nossa primeira Home Page




Nossa primeira Home-Page foi editada em 2003-05, no projeto inicial apresentamos uma Rádio e uma Tv para estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo.

20 - (2006)  A Casa enfrenta dificuldades financeiras correndo o risco de ter que fechar, o grupo reage participando com uma barraquinha nos eventos tradicionais de verão no Japão "Matsuri" 

Nossa situação financeira nunca foi estável, porém nesse ano corremos o risco de fecharmos  nossas portas.

Todo o atendimento na casa é totalmente gratuito, mesmo o material utilizado nas dependências de tratamentos são custeados pela Casa.

Nossa única fonte de rendas eram os eventos na própria casa e a cantina de refeição, recebendo também algumas doações.

Esse montante em dinheiro, nesse período, não conseguia cobrir as despesas básicas.
Desta forma, o grupo de voluntários da Casa passou a participar dos eventos tradicionais no Japão  ( Matsuri ) para cobrir as despesas.



21 - Aniversário de 15 anos da Casa NEC-J

NEC-J comemora 15 anos de atividades no Japão.
O grupo prepara o evento com um jantar na Cantina da Casa, realizando também o estudo do "Evangelho Segundo o Espiritismo" com o Sr. Luis Carlos Okabayashi que faz os agradecimentos a todos os plantonistas e colaboradores da Casa.

22 - (12/2006)  Campanha de divulgação do "Evangelho Segundo o Espiritismo" traduzido para o japonês


comunidade japonesa recebe o primeiro "Evangelho Segundo o Espiritismo" traduzido para o japonês pelo Sr. Tomoh Sumi (Comunhão Espírita Francisco Cândido Xavier).
Começamos, então, uma campanha de divulgação da obra nos encontros e reuniões da Casa.

23 - (12/2006)  Visita da Sra Júlia Nezu (CEI)

A

Aproveita a estadia para conhecer as comunidades Espíritas no Japão, onde fomos agraciados pela sua visita em nossa casa.Tivemos a oportunidade de contar com uma palestra onde ela procurou nos conscientizar da importância de prepararmos nossos jovens, pois serão eles quem devem, mais tarde, assumir as tarefas de divulgação do Espiritismo na terra do Sol Nascente.

24 - (2006)  O NEC adquire seu primeiro terreno

Grupo consegue adquirir seu primeiro terreno localizado em Toki-shi, no bairro de Dachi-cho.
O local foi comprado como um empreendimento para futuras instalações. Atualmente, o local é utilizado como depósito dos materiais que, pouco a pouco, estamos juntando para a construção da casa maior.

Um grupo de plantonistas dá os primeiros passos na reforma para que o local comece a ser utilizado.




25 - (2006 ~ 2013)  Mensalmente, o grupo organiza  os eventos beneficentes para manutenção da Casa





26 - (2002 ~ 2014)  Nossa homenagem à plantonista Sra. Edna Hoshida


Sra. Edna Hoshida é uma plantonista de nossos trabalhos na casa, exemplificando sempre as palavras de Dr. Romano " Trabalho Bem feito é sinal de Amor, compreensão e dedicação".
Nos auxiliando em todas as tarefas da casa desde o ano de 2002, fossem de ordem mediúnica ou nos serviços de limpeza e organização, mas principalmente na cozinha do NEC, onde ela deixou muitas saudades.
Participou de, praticamente, todos os eventos beneficente dando sua importante colaboração.
Nunca escolheu qualquer atividade de sua preferência, perguntando sempre como e onde ela poderia nos ajudar.
Fosse com o seu tradicional avental na cozinha ou com seu jaleco para os trabalhos mediúnicos estava sempre sorrindo e servindo humildemente.
Obrigado Edna Hoshida por seu exemplo de um bom Cristão Espírita.
Nossa querida irmã retornou à pátria espiritual no ano de 2014.






27 - (27/04/2014)  II Simpósio Espírita ( II 会議のスピリティスム)


Realizado e organizado pela ADE-JAPÃO.


Objetivo: Encontro dos representantes das Casas Espíritas no Japão.
Tema: 150 Anos de O Evangelho Segundo o Espiritismo - Esde- 7 anos no Japão.

Local: Gunma-Ken -Isesaki-Shi

Programação:

10:00 - Início- Prece, apresentação dos Grupos Espíritas do Japão.
11:00 - Palestra- Esde-7 anos no Japão, 30 anos no Brasil.
12:30 - Almoço de Confraternização.
13:30 - Palestra - 150 Anos de "O Evangelho Segundo o Espiritismo".

Expositor: Adalberto P. Morais- ADE-JP, Isesaki-Shi.

15:00 - Palestra- Transição Planetária e nós, os dekasseguis.

Expositor: Davis Silva- NEC-JP- Toki-Shi.

16:30 - Agradecimentos e Notícias do Movimento Espírita do Japão.
17:00 - Encerramento e Prece



28 - (18/10/2014)  III SIMPÓSIO ESPÍRITA - JAPÃO (第三回スピリティズムシンポジウム)



Realizado e organizado pela ADE-JAPÃO.


Local: Sede do NEC-J (Núcleo Espírita Cristão do Japão) Gifu-ken, Toki-shi
Data: 18/10/2014


Objetivo: 

1 - Encontro dos representantes das Casas Espíritas e Espiritualistas no Japão

2 - Debate sobre "O MOVIMENTO ESPÍRITA NO JAPÃO"


Palestra - Adalberto P. Morais(ADE-JAPÃO)

Palestra - Davis Silva(NEC-J)

Tema: Movimento Espírita no Japão

1- O que está sendo feito?

2- Quantas casas espíritas existentes?

3- Quais as dificuldades?

4- Quais as intenções para o futuro dos grupos?



29 - (29/04/2015) - (01-05-2015)  Palestras realizada por Adriano Marques (Rádio Boa Nova)


Local: Sede do NEC-J (Núcleo Espírita Cristão do Japão) Gifu-ken, Toki-shi

Data 1: 29 de Abril Horário: Às 20:00 Horas
Tema: Obsessão em Família - Adriano Marques
Data 2: 1 de Maio (Seminário) Temas:
Obsessão e Desobsessão - Às 10:00 Horas - Adriano Marques
Obsessão nos dias atuais - Às 15:00 Horas - Luís Carlos Okabayashi

Artigo na Galeria da Rádio Boa Nova

30 - (03/08/2015)  Aquisição do segundo terreno para a construção da nova sede do NEC-NUC

A proposta de venda do terreno nos é oferecida pelo sr. Nakagawa Hiroshi (Imobiliária em toki-shi) em 14/06/2015, essa proposta foi discutida em assembléia geral em 12/07/2015, formalizando o pedido de ajuda a todos os integrantes para nos mobilizarmos com todos os esforços necessários. No dia 03(três) de agosto do ano de 2015, o Sr. Luis Carlos Okabayashi, presidente do Núcleo Espírita Cristão, assina o contrato de aquisição do terreno localizado na cidade de Toki-shi. Realizando assim um sonho de todo o grupo, começa uma nova etapa a ser concluída pelos trabalhadores desta casa.

3.8.2015 - (mensagem enviada por Antonio ao grupo no line@ - Amigos dos Templo) "Noite amigos.  Recado do tio Luis:
                  Boa tarde! Tenho o imenso prazer de comunicar que deu tudo certo! 
                  Já estou com as chaves do terreno! 
                  Essa semana eu vou preparar o local para começar a reforma. 
                  Por isso quem quiser ajudar poderá vir a partir de 10/08."

31 - (28/11/2015)  V SIMPÓSIO ESPÍRITA - JAPÃO

Realizado e organizado pela ADE-JAPÃO.



Local: Sede do NEC-J (Núcleo Espírita Cristão do Japão) Gifu-ken, Toki-shi

Data: 28/11/2015


Objetivo:

1 - Encontro dos representantes das Casas Espíritas e Espiritualistas no Japão.

2 - Considerações sobre "O MOVIMENTO ESPÍRITA NO JAPÃO".

3 - Palestra "Davis Silva(NEC-J)" - A problemática da reencarnação para o mundo de transição.

4 - Palestra "Guilherme Velho" - Evidências científicas da sobrevivência da alma.

YouTube link: Palestra Guilherme Velho

32 - (27/03/2016)  Assembléia geral na proposta de união das casas NEC-J, NUC-J, CEU Vó Dita. Para formarem o grupo único TEC-J ( Templo Espírita Cristão do Japão -  クリスチヤン・スピリテイズム・テンプル ).


A orientação na necessidade do espírito de união de esforços desses grupos, de empatia de todos na causa do Cristo em nossas Casas Espíritas, visto aos inúmeros fatores como nos explicam os Mentores Espirituais Dr. Romano, Pai Benedito, e Vó Benedita. Através dos médiuns Luis Carlos Okabayashi e Priscilla Shimabuku, que receberam essa orientação na mesma noite em desdobramento espiritual, sem mesmo terem cogitado essa ideia anteriormente. Explicam os mentores espirituais que a união ocorreu antes no plano espiritual, dando-nos o exemplo de que isso é possível. Dr. Romano nos recorda de uma trajetória até aqui dentro do Movimento Espírita, onde colhemos os dissabores de muitos erros cometidos, muita vaidade e orgulho por parte dos então chamados "trabalhadores". As forças antagônicas ao trabalho Cristão, teriam se aproveitado disso para retardar a obra. O plano espiritual reúne-se em união de esforços de vários grupos fraternais estrategicamente elaborados, nos propondo então primeiramente a reflexão interior quanto ao nosso mediunato. Se verdadeiramente estamos servindo aos propósitos de Deus, ou aos nossos interesses. Deveremos nesse período de reforma no canteiro das obras do TEMPLO, fazer nova triagem dos trabalhadores, orientando e ajudando-os como nos for possível a prosseguir nas tarefas, se assim o desejarem. O grupo único passará a se reunir para as tarefas dentro do mediunato, a luz trazida pelo ESPIRITISMO através dos espíritos, o consolador de almas trazido pelos abnegáveis trabalhadores de Jesus que ensinaram com humildade e simplicidade, sem distinção de raça, credo religioso ou filosofia de vida. Atendendo pura e simplesmente as rogativas do Mestre. " Amai-vos uns aos outros".



Comentários: 

Em virtude da atualização dessa página em 2017-09-19, perdemos os comentários da antiga página, esses comentários foram copiados do backup e estão expostos aqui no formato de figura. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário